financas‎ > ‎

Investidor ansioso pode pensar em vender as Notas do Tesouro Nacional

postado em 5 de jun de 2013 04:56 por Marco Aurelio Zoqui   [ 5 de jun de 2013 04:57 atualizado‎(s)‎ ]

05/06/13 - Neste ano, os papéis já acumulam perdas de até 14% no valor de mercado. Porém, ele deve ficar atento para recomprá-los assim que o BC terminar o ciclo de alta da taxa Selic.

As perdas no valor de mercado das Notas do Tesouro Nacional, lá no Tesouro Direto estão aumentando. Alguns papéis, aqueles com prazos mais longos, já acumulam uma perda entre 12% e até 14% neste ano. Desde o fim do janeiro deste ano, a gente falou ai sobre essa mudança de expectativa no mercado de renda fixa. Inicialmente o banco central alertou que iria mudar a política monetária. Ele deixou de baixar a taxa SELIC e ao contrário começou a emitir sinais de que subiria a taxa de juros básica. Ele começou a subir a SELIC e agora incrementou esse ritmo de alta. E com isso, o valor de mercado desses papéis com juros pré-fixados e também os papéis de longo prazo, eles caem. Eles se desvalorizam. Quem começou a investir nesses papéis a menos de um ano, está ficando assustado. O que fazer? Vender ou segurar até o vencimento?

Minha resposta, depende do perfil do investidor. Quem está comprando esses papéis devagar visando a aposentadoria lá na frente, e quem tem sangue frio pra compreender que essas perdas no extrato são momentâneas, deve continuar. Mas o investidor mais ansioso, que não suporta ver perdas no extrato, deve sim pensar em vender. Meu palpite é que o valor de mercado desses papéis, pode cair ainda mais antes de voltar à subir. Mas esse investidor, ele também tem que ficar atento pra voltar a comprar esses mesmos papéis, por exemplo, essas Notas do Tesouro Nacional de prazos mais longos, assim que o Banco Central terminar o ciclo de alta da taxa SELIC, imagino que lá no início do ano que vem. Vai ser então o momento da possível recuperação das perdas que hoje estão aparecendo no extrato do Tesouro Direto.



Mauro Halfeld pra CBN


Todos os comentários de Mauro Halfeld estão arquivados no site www.cbn.com.br
Transcrição autorizada do podcast de Mauro Halfeld para CBN